Captiva com problema no sensor IBS, saiba o que pode ser!

captiva com falha no sensor de corrente IBS

Você sabia que o sensor de corrente da bateria também conhecido pelas siglas IBS (Intelligent Battery Systems) ou EBS (Electronic Battery Sensor) tem um sentido de montagem?

Na dica de hoje, a montagem incorreta deste componente gerava o código de falha B1516.


Assista o vídeo ou leia o conteúdo completo sobre a resolução do problema no sensor de corrente da bateria – IBS! O conteúdo é parte de uma live com o suporte técnico da Doutor-IE.

Veículo:

  • Chevrolet Captiva 3.0 24V V6 VVT S.I.D.I 268cv (LFW)
captiva com falha no sensor de corrente - IBS

Detalhes iniciais:

O veículo chegou na oficina de um dos nossos assinantes com histórico de reparo após uma colisão. Através do scanner o reparador verificou a existência do código de falha B1516. Na Plataforma Doutor-IE, o código apresentado tem a seguinte descrição:

  • B1516: Falha no Sensor de Corrente da Bateria.

Através disso, na entrevista com o dono do veículo, o reparador foi informado que após o reparo do veículo devido a colisão, o sensor de corrente da bateria havia sido trocado.

O sensor de corrente da bateria – IBS

Antes de partirmos para o diagnóstico vamos entender resumidamente sobre: o que é esse sensor da bateria? Para o que serve? E como funciona?

No entanto, se você estiver ansioso, vá direto ao diagnóstico do problema.

O que é o sensor IBS?

O sensor de corrente da bateria ou IBS (Intelligent Battery Systems), se trata de um pequeno módulo que monitora o estado de carga da bateria. Auxiliando no gerenciamento de utilização da energia disponível no veículo de forma eficiente.

Sensor de corrente - IBS
Exemplo de um sensor de corrente – IBS

Como funciona o sensor IBS?

Na maioria dos casos, o sensor da bateria é conectado ao pólo negativo da bateria. Contudo, na dica deste artigo, o sensor da Captiva é conectado ao pólo positivo da bateria.

Dependendo do componente, ele pode monitorar continuamente a tensão, corrente e a temperatura da bateria e envia esses sinais a outros módulos como a UCE do motor por exemplo. No caso da Captiva esses sinais são enviados à Central de Carroceria (BCM).

O sensor da bateria geralmente comunica o sinal de monitoramento via rede LIN ou PWM, que é o caso do veículo dessa matéria. Especificamente para o sensor desse veículo, o sinal PWM tem uma frequência fixa de 128 Hz.

Além disso, dependendo da intensidade de corrente que esteja carregando a bateria ou sendo fornecida por ela, o sinal PWM enviado pelo sensor pode mudar, tendo uma razão cíclica (ciclo de trabalho) de 5% e 95%, variando de acordo com a corrente medida.

sensor de corrente da bateria - ibs da captiva
Sensor de corrente da bateria do Chevrolet Captiva

Para que serve o sensor IBS?

O sensor de corrente da bateria tem várias finalidades, alguma delas como:

  • Gestão de energia da bateria: ele auxilia a estender a vida útil da bateria, monitorando de forma que ela não seja sobrecarregada ou descarregada excessivamente.

  • Eficiência energética: através dos sinais enviados por esse sensor, os módulos responsáveis pela gestão de energia podem tomar decisões de forma a melhorar o consumo energético do veículo.

    Alguns acessórios podem funcionar apenas sob demanda, permitindo que o motor trabalhe de forma eficiente reduzindo principalmente o consumo de combustível. Por exemplo: se a bateria estiver carregada, a demanda solicitada ao alternador será muito menor.

  • Manutenção preventiva: o sensor de corrente da bateria pode auxiliar na identificação de problemas na bateria antes que eles se tornem graves.

Diagnóstico do problema no sensor de corrente da bateria – IBS

Vamos seguir com o diagnóstico do problema na Captiva. Baseado no código de falha e histórico do veículo, o reparador entrou em contato com o suporte automotivo da Doutor-IE em busca de auxílio sobre o funcionamento deste sensor IBS.

Através do diagrama elétrico, o consultor da Doutor-IE responsável pelo caso solicitou ao reparador que inicialmente verificasse o chicote de alimentação positiva, negativa e sinal do sensor, a fim de eliminar possibilidades de problemas nas conexões elétricas.

Diagrama elétrico do sensor de corrente - IBS da Captiva 3.0
Diagrama elétrico do sensor de corrente – IBS da Captiva 3.0

Como resultado dos testes o sensor de corrente estava perfeitamente alimentado e o chicote entre a central de carroceria e o sensor estava sem avarias. Contudo o código de falha persistia.

Depois de uma profunda análise e pesquisa, através da foto enviada pelo reparador ao suporte da Doutor-IE, percebeu-se que o sensor havia sido instalado de forma incorreta na oficina anterior, onde havia sido realizada a troca do sensor em virtude da colisão sofrida pelo veículo.

O sensor IBS para este veículo deve necessariamente ser instalado com sua haste plástica voltada para o terminal positivo da bateria.

No veículo em questão, esse sensor havia sido instalado de forma invertida e, como este sensor trabalha monitorando a corrente através do campo magnético, ele estava medindo esse campo magnético de forma invertida.

Diagrama elétrico ilustrando a instalação incorreta do sensor de corrente da bateria - IBS.
Diagrama elétrico ilustrando a instalação incorreta do sensor de corrente da bateria – IBS.
Diagrama elétrico ilustrando a instalação correta do sensor de corrente da bateria - IBS.
Diagrama elétrico ilustrando a instalação correta do sensor de corrente da bateria – IBS.

Podemos fazer uma analogia do funcionamento desse sensor com o funcionamento da garra de corrente. Por exemplo, ao medir a corrente da bateria de forma invertida, com auxílio do osciloscópio, o sinal também ficará invertido, como podemos ver nas imagens abaixo.

O código B1516 é gerado quando o sinal PWM do sensor fica mais de dois minutos abaixo de 4% do ciclo positivo e acima de 95% do ciclo positivo. Como o sensor estava montado de forma invertida, ele estava extrapolando algum desses parâmetros e gerando o código de falha.

Portanto, podemos perceber que o sensor de corrente – IBS da Captiva tem um sentido de montagem e se você perceber algum dos sintomas relatados, principalmente o código de falha B1516, vale a pena conferir se este componente está instalado de forma correta.

Solução encontrada:

Feita a instalação de forma correta do sensor IBS no pólo positivo da bateria, o código de falha deixou de ser gerado e o veículo voltou a funcionar normalmente.

Esse tipo de tecnologia deve aparecer cada vez mais, devido aos novos projetos de gestão de energia dos veículos como bomba d’água elétrica, alternador pilotado, sistema start/stop e entre outros.

Alguns componentes estão deixando de ser acionados o tempo todo, de modo a entrar em funcionamento apenas quando realmente for necessário, fazendo com que o motor trabalhe de forma mais “livre” e economizando cada vez mais combustível.

A Plataforma Doutor-IE centraliza informações completas para o diagnóstico e reparo de todos os sistemas dos veículos, desde tabelas de revisão até diagramas da Injeção Eletrônica.

Agilize seu diagnóstico e conte com a melhor equipe de suporte técnico do Brasil!

Faça um Test Drive gratuito agora mesmo!

Faça uma busca de código de falha gratuitamente
Faça seu cadastro e conheça a plataforma da Doutor-ie

23 Circuito Doutor-ie, o melhor evento técnico automotivo, saiba mais.

Entre no grupo do telegram da doutor-ie